A Dos Pinos é responsável por cerca de 85% do leite industrial da Costa Rica. Foto: Divulgação.

A cooperativa de produtos de leite Dos Pinos, da Costa Rica, adotou a SoftExpert Excellence Suite para centralizar as funções administrativas de todas as subsidiárias em sua matriz. A partir do uso do sistema, a companhia criou um Centro de Serviços Compartilhados (CSC).

Com vendas corporativas anuais de US$ 700 milhões, a Dos Pinos é responsável por cerca de 85% do leite industrial do país, gerando 4,5 mil empregos diretos.

A cooperativa produz e comercializa cerca de 500 produtos lácteos, além de produzir e distribuir mais de 2 mil itens agro veterinários e para consumo animal. 

O grupo tem 1,5 mil produtores associados na Costa Rica, 3 usinas de processamento, 11 centros de distribuição de produtos lácteos, 18 centros de distribuição de produtos agro veterinários, além de 4 subsidiárias no exterior (Guatemala, Nicarágua, República Dominicana, Panamá) e 1 fábrica no Panamá.

“A ferramenta está nos dando suporte para execução da estratégia corporativa 2015-2020, através da inclusão das melhores práticas de mercado. Com isso, alcançamos altos níveis de produtividade e otimização da organização, eliminando atividades redundantes que não agregavam valor. Os serviços prestados pelo CSC cresceram seis vezes desde que a solução foi implementada”, salienta Esteban Solís, gerente da qualidade e gestão de clientes.

Atualmente, existem 186 serviços gerenciados com a ferramenta. Foram 44.882 rotinas realizadas em um ano. Após a implementação no CSC, o uso da ferramenta foi expandido para toda a empresa, incluindo fornecedores, chegando a 11.848 usuários.

“O universo de informações geradas a partir dos diferentes componentes, como as ferramentas de analytics e de portais, permite uma visão total para o negócio. O SE Suite possibilitou relacionar os indicadores de gestão com a atenção aos serviços, permitindo também o controle da gestão de fornecedores, agilizando a tomada de decisões”, afirma Solís.

A SoftExpert, fornecedora de software e serviços para automação e aprimoramento de processos de negócio, registou aumento de 17,5% em seu faturamento em 2017, chegando a R$ 70 milhões.

A companhia fechou o ano passado com 166 novos clientes, sendo 69 do exterior, um crescimento de 53% no número de novas contas fora do Brasil. 

Com isso, a receita da companhia no exterior cresceu 56% em relação a 2016. 

A companhia abriu um escritório nos Estados Unidos com ênfase no desenvolvimento de alianças estratégicas e contas globais de origem americana, e também no México, fechando o primeiro ano de sua unidade local com oito novas contas conquistadas. 

Fundada em 1995, a SoftExpert conta atualmente com mais de 2 mil clientes e 300 mil usuários ao redor do mundo.