Vinicius Roveda, co-fundador e CEO da ContaAzul. Foto: Divulgação.

A ContaAzul, empresa catarinense que oferece uma plataforma de gestão em nuvem para pequenas empresas, captou cerca de R$ 100 milhões em uma nova rodada de investimentos liderada pela Tiger Global Management, companhia sediada em Nova Iorque.

Com a transação, a Tiger Global, que fez seu primeiro investimento na ContaAzul em 2015 com uma rodada na faixa dos R$ 20 milhões, está ampliando sua participação na empresa. 

A rodada é classificada como Série D e representa o maior investimento já recebido pela ContaAzul. 

O fundo Endeavor Catalyst, que apoia exclusivamente empreendedores da rede global Endeavor, também participou da rodada. 

A ContaAzul utilizará os recursos recebidos para acelerar seus planos de crescimento, com o objetivo de dobrar de tamanho em 2018. 

Outro foco para o uso dos recursos será a ampliação da presença nacional da empresa, com a abertura de unidades nos principais mercados do país.

“Nosso propósito é impulsionar o sucesso das pequenas empresas. A ContaAzul é a plataforma que permite ao dono do negócio organizar e ter mais controle da sua empresa, além de poder trabalhar de forma integrada com seu contador, eliminando o retrabalho, o excesso de papel e outras burocracias envolvidas nessa relação”, afirma Vinicius Roveda, co-fundador e CEO da ContaAzul. 

Como parte da estratégia de expansão, a ContaAzul promoverá em 2018 mais de 40 eventos voltados para contadores nas principais cidades do Brasil. Em outubro, a empresa também realizará o ContaAzul [CON], evento de contabilidade e tecnologia voltado a profissionais e empresários de contabilidade de todo país.

A Tiger Global também investe em empresas como Spotify, JD.com, Facebook, LinkedIn, Yandex, Mail.ru Group, Decolar, Ola e Flipkart. 

Fundada em 2011, a ContaAzul foi a primeira startup brasileira selecionada pela 500Startups, um dos principais programas de aceleração de negócios no Vale do Silício, ficando incubada por quatro meses nos Estados Unidos.

Com mais de 200 funcionários, a ContaAzul também tem nomes como Ribbit Capital, Monashees e Valar entre seus investidores.