STARTUP

Ventrix lança wearables para bebês

03/03/2016 10:43

O produto é um button que deve ser posicionado na roupa do bebê.

A Ventrix criou um wearable que monitora crianças. Foto: FamVeld/Shutterstock.

Tamanho da fonte: -A+A

A Ventrix, startup que desenvolve soluções inovadoras para medicina, criou o BabyHug, wearable que monitora crianças para registrar informações relacionadas ao seu desenvolvimento.

O produto é um button que deve ser posicionado na roupa do bebê. O equipamento verifica informações como respiração, movimentos bruscos, barulhos, eventuais quedas e distanciamento do aparelho. Todos os dados coletados são enviados para os celulares dos pais, em tempo real, por meio de um aplicativo. 

Além disso, o BabyHug também permite verificar o que acontece no quarto da criança. Um segundo aplicativo conecta o sistema a outros dispositivos móveis, como tablets e smartphones, fazendo com que esses equipamentos funcionem como câmera.

Dessa forma, é possível saber se o bebê está acordado, dormindo, se mexendo ou chorando através da conectividade em rede de dados.

“Assim como em uma babá eletrônica, é possível ver a imagem do bebê e ouvi-lo. Entretanto, o equipamento se diferencia por permitir que os adultos, por meio do smartphone, falem com a criança à distância e até mesmo selecionem músicas para acalmá-la”, diz Roberto Castro Junior, sócio-proprietário da Ventrix.  

O BabyHug pode ser encontrado em marketplaces como Submarino, Americanas, Extra, Pontofrio, Casas Bahia, Mercado Livre e Shoptime.

Incubada desde 2010 na Base Tecnológica de Itajubá (INCIT), em Minas Gerais, onde está instalada sua fábrica e área de pesquisa, a sede da Ventrix está hoje em Cotia. 

No ano passado, a startup recebeu investimento de R$ 5 milhões do Fundo de Inovação Paulista, idealizado pela Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista e que tem como gestora a SP Ventures, e do fundo Criatec II, gerido pela Bozano Investimentos e Triaxis Capital.

Veja também

SILICON VALLEY
Start-Up Brasil tem Demo Day nos EUA

Dez startups participaram na última semana do Demo Day do Start-Up Brasil na Califórina.

PLANO
IBM quer emplacar Watson em IoT

Mais de 500 parceiros e 80 mil desenvolviedores estão usando plataforma de IoT baseada em Watson.

RANKING
Open Startups lista 100 mais atraentes

O top 5 da lista tem Virtual Care, Nama, Omnize, Wearable Sun Block e JáTá Chegando.

MONITORAMENTO
Marq Systems lança wearable para animais

A starup investiu R$ 2 milhões para o desenvolvimento de seu primeiro gadget vestível.

2016
Venda de wearables chegará a US$ 28,7 bi

Mercado deve vender 274,6 milhões de unidades de wearables em 2016.

MARKETING
Isobar: pólo de inovação em Porto Alegre

A unidade voltada para desenvolvimento de software e aplicações conta com 25 pessoas.

ACELERAÇÃO
Munich Re acelera startups de seis países

Na primeira turma divulgada pela aceleradora espanhola, duas brasileiras foram escolhidas: NetBee e Nexer.