AGRONEGÓCIO E COOPERATIVAS

LCS vem para Porto Alegre

02/08/2012 12:56

Humberto Amorim. Foto: Baguete

Tamanho da fonte: -A+A

A LCS, integradora de cloud computing, virtualização e data center com sede em Ribeirão Preto, incrementa em 2012 sua operação no Sul: hoje com filial em Curitiba, vai abrir em Porto Alegre, com meta de resultados estimada em R$ 4,5 milhões nos primeiros dois anos.

Conforme o diretor de Geo Coverage da empresa, Humberto Amorim, o novo escritório deve abrir em novembro, e com ele a projeção é que o Sul represente, até 2014, ao menos 10% do faturamento geral, que em 2011 foi de R$ 30 milhões e este ano deve subir 40%.

A LCS já atende a cerca de 30 clientes nos três estados do Sul, dos quais menos de cinco ficam no Rio Grande do Sul.

“Para ampliar esta participação, nosso foco está no agronegócio e no setor de cooperativas”, comenta o diretor.

Neste último segmento, clientes como Sicredi já fazem parte da carteira no mercado gaúcho, de acordo com o Chief Commercial Officer da integradora, Roberto Guimarães Campos.

Para ganhar os prospects, a aposta está em quem já usa soluções de parceiros da LCS, como IBM, Citrix, Oracle, Cisco e Microsoft.

A lista de atendidos na região traz, ainda, nomes como as paranaenses Copel, concessionária de energia do estado, e Bom Jesus, grupo educacional que compreende a rede de colégios homônima, a FAE Centro Universitário e Colégio São José, além de gerir a Universidade São Francisco, em São Paulo.

CHIMARRÃO É ÁGUA DE COCO
Amorim também destaca que, além do mercado gaúcho, está na mira da empresa o Nordeste, onde outra filial está em vias de abertura, no Recife.

Com isso, a estrutura da LCS chegará a oito regionais, somando as já mantidas também em São Paulo, Campinas, Belo Horizonte, Triângulo Mineiro, Brasília e Goiânia.

INTERNACIONAL
A estrutura se completa com uma filial nos EUA, aberta este ano em Fort Lauderdale.

“O foco é atender a empresas brasileiras com operações no exterior”, explica Roberto Guimarães Campos, Chief Commercial Officer da LCS.

GRANDONA
As operações distribuídas garantem atendimento aos mais de 1 mil clientes da companhia.

Uma carteira que, segundo Geraldo Costa, diretor de Large Accounts da integradora, abrange as 50 maiores empresas do país, em setores como bancário, Telecom e outros.

“Nossa equipe soma cerca de 80 colaboradores e inclui a maior equipe deprofissionais técnicos certificados em virtualização e cloud computing no Brasil”, finaliza Guimarães Campos.

Gláucia Civa cobre o LCS Fórum 2012, em Ribeirão Preto, a convite da LCS.

Veja também

DAQUI PRA LÁ
LCS abre nos EUA

A integradora LCS, especializada em soluções para cloud computing, virtualização e data center, abriu uma filial em Fort Lauderdale, Flórida, para atender a empresas brasileiras que têm escritório nos EUA.

Com matriz em Ribeirão Preto e escritórios em São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Campinas, Goiânia, Belo Horizonte e Brasília, a LCS é parceira de nomes como Microsoft, IBM e Citrix.

NUVENS CINZAS
Greenpeace: cloud usa energia suja

Apple, Microsoft e Amazon saíram mal na foto em um recente levantamento do Greenpeace sobre utilização de energia renovável.

MP-RS: fábrica de software e virtualização

O Ministério Público do Rio Grande do Sul vai investir em torno de R$ 17 milhões em TI no ano que vem, quando o foco será a área de sistemas.

Do investimento, que será cerca de 13,3% acima do destinado pelo órgão ao setor em 2011, R$ 2 milhões deverão ser voltados à fábrica de software, com vistas à unificação de sistemas de primeiro e segundo graus, além de sistemas de protocolo.

Metadados: virtualização com Support

A Support Informática, implantou um sistema de perímetro e antivírus e virtualizou os servidores da Metadados.

DBACorp: R$ 8 milhões com infra e virtualização

A criação das áreas de Infraestrutura e Virtualização impulsionaram os negócios da DBACorp em 2011: a companhia, especializada no desenvolvimento de infraestrutura para banco de dados, faturou R$ 8 milhões, alta de 10% sobre 2010.

Para 2012, a meta é manter o mesmo índice de crescimento, segundo Juarez Pereira de Araújo, diretor Comercial da empresa.

SAÚDE E ENERGIA
IBM: força no PR com Romagnole e Donaduzi

Fabricantes de medicamentos e de soluções de energia e telefonia renovam infra com soluçoes da Big Blue.

MUDANÇA
Kede assume IBM do Brasil

Executivo entrou na IBM há 19 anos como estagiário no Rio de Janeiro.