Maxima com duas novas executivas. Foto: divulgação.

A Máxima Sistemas, empresa de soluções para logística e força de vendas, anunciou a contratação de Adriana Mendes para liderar a diretoria de relacionamento com clientes e Kátia Monteiro para dirigir a área administrativa e financeira.

Adriana Mendes assumiu o desafio de coordenar todas as áreas de serviço da companhia, tais como a central de relacionamento, suporte, implantação, treinamento e consultoria. O planon da empresa é estreitar a proximidade com o cliente, identificando necessidades e provendo soluções em tempo hábil.

“Nosso grande desafio é manter o cliente sempre atualizado e apto a explorar ao máximo as soluções da Máxima, através de iniciativas constantes e estruturadas para impulsionar o crescimento dos seus negócios”, comenta Mendes, que nos últimos treze anos atuou na PC Sistemas, empresa parceira da Máxima.

A executiva é formada em Processamento de Dados pela Faculdade Objetivo e tem MBA em Desenvolvimento de Executivos em Gestão e Economia Empresarial pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Para a diretoria administrativa e financeira, Kátia Monteiro será responsável pelo planejamento e execução do orçamento da companhia. A estratégia adotada pela executiva é de fortalecer as áreas de apoio da empresa.

“Conseguimos traçar objetivos ligados à rentabilidade da empresa e nosso desafio é contemplar uma visão a longo prazo sobre as próximas etapas que estão por vir, garantindo, assim, a saúde financeira da companhia ao longo dos próximos anos”, comenta Kátia.

A executiva passou os últimos nove anos ocupando cargo semelhante na PC Sistemas e é formada em Ciências Contábeis e em Administração de Empresas pela PUC/MG, com pós-graduação em Auditoria Externa pela UFMG.

Com cerca de 600 clientes ativos e mais de 13 mil usuários, a mineira Máxima opera com suas soluções integradas ao WinThor, da PC Sistemas.

Em 2013, a Máxima teve uma receita de R$ 7,1 milhões, um crescimento de 10% no seu market share, representando 42% da base de usuários do ERP da PC Sistemas no país. O plano para 2014 é aumentar o faturamento em 40%, para quase R$ 10 milhões, e chegar a 60% da base da PC.