Divulgação, VancityAllie/Flickr

A canadense RIM, fabricante dos smartphones BlackBerry, divulgou nessa segunda-feira, 30, o protótipo da nova versão do seu sistema operacional e aparelho BlackBerry 10.

A promessa do lançamento são aplicativos mais sofisticados.

O modelo é considerado a mais nova arma da empresa contra a ascensão dos iPhones e modelos com a plataforma Android, maiores concorrentes da marca desde o lançamento do celular inteligente da Apple, em 2007.

DEVELOPERS, POR FAVOR
Mantendo a estratégia de captar desenvolvedores, a canadense distribuirá os modelos antecipadamente a programadores, numa tentativa de formar uma base de apps.

Desde outubro, a RIM já distribuiu cerca de 17 mil tablets PlayBook a desenvolvedores.

Até agora, a estratégia ajudou a elevar o número de apps de 5 mil, no terceiro trimestre, para 20 mil, nos três meses seguintes.

As estratégias de recrutamento também envolvem a participação da empresa em grandes eventos da área de tecnologia, como a Campus Party Brasil 2012, onde a RIM estava presente demonstrando tablets e celulares.

ATRÁS DA MS
As medidas se justificam. Segundo dados de março, presentes em levantamento do site especializado no sistema operacional da Microsoft All About Windows Phone, a plataforma da MS atingiu 80 mil apps em março.

O número coloca a empresa 10 mil aplicativos à frente da RIM, ex-líder no mercado corporativo.

O Android, do Google, tem 450 mil aplicativos, e o iOS, da Apple, possui 550 mil.

Para a RIM, os resultados se dividem.

DESERTORES
Segundo informa o jornal norte-americano New York Times, algumas empresas, como o YouMail, vão deixar de atualizar programas para BlackBerry, se concentrando em iPhone e Android.

Outras, como a Refresh Mobile, já desenvolve 10 apps para o novo sistema no Reino Unido, onde a RIM não perdeu tantas vendas.

Em 2011, a RIM ficou na sexta posição entre os fabricantes de smartphones, com 2,9% de mercado, queda de dois pontos percentuais na comparação com o ano anterior. A Nokia, líder, tem 23,8% de share e a Apple, terceira colocada, tem 5%.

No vídeo abaixo, confira um dos recursos que o novo sistema operacional oferece.