Haissan Molaib, fundador da ProRadis. Foto: Divulgação.

A ProRadis, startup que recebeu investimento da Wayra Brasil e oferece a plataforma ExamineJá, é a responsável pelo desenvolvimento tecnológico e pela rede conveniada do Vivo Bem, novo serviço de saúde da Vivo.  

O Vivo Bem utiliza a rede conveniada de saúde do ExamineJá, com mais de 20 mil serviços médicos e 10 mil farmácias cadastradas, para possibilitar consultas médicas, exames, medicamentos e procedimentos estéticos. 

A ferramenta reúne mais de 6 mil procedimentos médicos em 500 cidades, com consultas que custam entre R$ 60 e R$ 300.

O fornecimento da tecnologia da ProRadis à Vivo ocorreu por meio da Axismed, empresa de Inteligência em Gestão de Saúde do Grupo Telefónica no Brasil, e segue o modelo de inovação aberta adotada pela operadora por meio do programa Telefónica Open Future, do qual a Wayra faz parte. 

“A Telefónica criou um modelo de incentivo a empreendedores capaz de oferecer inovação para a gestão empresarial e acelerar o desenvolvimento de produtos, o que a torna ainda mais competitiva num mercado de intensa transformação”, atesta Fernando Luciano, diretor de SVAs, Inovação e Serviços B2C da Vivo.

A ProRadis, que nasceu no final de 2013, foi investida pela Wayra em 2014, com a proposta de desenvolver sistemas de gestão para o mercado de clínicas, laboratórios e hospitais. Dois anos depois, surgiu o ExamineJá, após a constatação de que seria possível alocar pacientes sem planos de saúde em estabelecimentos de saúde com capacidade ociosa, a preços populares. 

O próximo passo foi desenvolver um meio de pagamento para viabilizar a transação financeira entre os estabelecimentos e os pacientes.

“À medida que avançávamos, fomos percebendo que o paciente precisava de mais informação e acesso a rede médica, por isso evoluímos o produto, que agora será utilizado no Vivo Bem”, afirma Haissan Molaib, fundador da ProRadis.