GOOGLE ADS

Quem Clicou detecta cliques inválidos

02/04/2015 10:38

O Quem Clicou permite o bloqueio do IP que clica muitas vezes no anúncio.

O Quem Clicou detecta e bloqueia IPs que fazem cliques inválidos. Foto: luxorphoto/Shutterstock.

Tamanho da fonte: -A+A

Quem faz campanhas de anúncios pelo Google agora conta com uma nova ferramenta para evitar perdas com cliques inválidos. Criada em fevereiro, a Quem Clicou detecta esse tipo de ação e bloqueia quem clica na publicidade com o intuito de prejudicar o anunciante.

O investimento em publicidade através do Google é pago por clique. Ou seja, depois que o número de cliques adquirido for realizado, o anúncio deixa de aparecer. 

De acordo com Washington Saw, diretor de marketing da Quem Clicou, concorrentes clicam diversas vezes nos anúncios de outras empresas para atrapalhar os resultados.

“O Google afirma que detecta esse tipo de ação e não contabiliza os cliques inválidos na cobrança, mas ele demora cerca de duas horas para recolocar o anúncio no ar, fazendo com que a empresa não aproveite o melhor horário do dia para anunciar, por exemplo”, relata.

Além disso, o Quem Clicou permite o bloqueio do IP que clica um determinado número de vezes no anúncio. A empresa anunciante pode escolher depois de quantos cliques alguém deve ser bloqueado automaticamente.

“Para determinar esse número, sugerimos uma avaliação inicial em relação aos cliques. Se todos os IPs costumam clicar duas vezes no anúncio, é melhor estabelecer o bloqueio a partir de 3 ou 4, por exemplo, para não perder um possível cliente real”, relata Saw.

Segundo ele, houve um caso em que um anúncio recebeu 72 vezes cliques de um mesmo IP em 10 minutos.

"O sistema surgiu com a necessidade de tentar entender porque uma campanha no Google às vezes tinha uma quantidade grande de cliques inválidos sem muito retorno. Com o sistema implementado, já tivemos caso de aumento de 35% no número de contatos com a mesma verba, além de outros benefícios", diz Saw.

Hoje a empresa conta com 100 clientes. Até agora, quem mais utiliza o sistema são desentupidoras. Por motivos da lógica dos algoritmos do Google pouco compreensíveis para outros mortais, essa é a categoria que paga mais por clique: R$ 35.

O anunciante pode manter sempre a ferramenta minimizada enquanto trabalha. Caso tenha alguma ocorrência, o Quem Clicou emite alertas sonoros e, assim, o usuário pode ver qual equipamento que está clicando, quantas vezes clicou, sistema e tipo utilizados para desvendar o  mistério e tomar a ação.

A instalação da plataforma custa R$ 250, e durante o uso o anunciante paga uma taxa de  R$ 10 por dia.

A empresa conta com três sócios. Além de Washington Saw, que já passou por empresas como Mercedes Benz, BSH Continental, Heliotek e Bosch, o time é formado por Renato Fiuza, desenvolvedor back-end, e William Domingues, desenvolvedor front-end.

Veja também

CARREIRA
AD.Dialeto contrata ex-OLX

Rodrigo Ribeirão foi country manager da OLX Brasil por mais de três anos.

MARKETING DIGITAL
Publicis paga US$ 3,7 bilhões por Sapient

O acordo, descrito como uma fusão, transforma a Sapient em uma subsidiária do Publicis Groupe. 

ACELERAÇÃO
Contentools entra no 500 Startups

Empresa recebe mentorias para produto e estratégias de negócio, além de um aporte de US$ 75 mil.

MARKETING
HouseCricket assume redes sociais da Tigre

O trabalho consistirá no planejamento, customização dos canais, curadoria e publicação de conteúdo.

MARKETING DIGITAL
Criteo: receita sobe 70% em 2014

O faturamento da empresa atingiu um total de € 745 milhões no ano passado.

R$ 6 MILHÕES
Rock Content: novo aporte da e.Bricks

Aporte servirá para a startup ampliar operação e desenvolver novas linhas de negócios.