PLANOS

SAP quer juntar academia e mercado

01/09/2016 16:04

Dennison John.

Tamanho da fonte: -A+A

A SAP acaba de lançar o que chama de uma “rede de inovação acadêmica” visando aproximar a sua base de clientes da inovação acontecendo dentro das universidades com as quais a multinacional alemã mantém acordos na América Latina.

A novidade é resultado de uma parceria entre a SAP Labs América Latina e a área SAP University Alliances da companhia, anunciado durante um evento no centro de desenvolvimento e suporte e desenvolvimento da multinacional em São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre, nesta quarta-feira, 31.

O foco será inicialmente a plataforma cloud baseada no banco de dados em memória Hana. A SAP também disse em nota que “em breve” também será incluído o sistema operacional iOS, da Apple. 

A inclusão do sistema operacional móvel da Apple é uma consequência do acordo assindo entre as duas companhias em maio.

Pelo acordo, a SAP começou a oferecer um novo kit de desenvolvimento de software para iOS, com os quais os clientes poderão desenvolver apps usando dados armazenados na plataforma de computação em memória Hana (como é fácil ver, Hana está em todas).

Além disso, a SAP vai desenvolver aplicações iOS nativas para operações críticas de negócios, usando Swift, a linguagem de programação da Apple combinada com o Fiori, a ferramenta de desenvolvimento móvel da SAP. 

"Estudantes e jovens talentos das universidades-membro da rede de inovação acadêmica da SAP na América Latina podem estabelecer uma ligação estreita com os nossos designers experientes e desenvolvedores”, afirma Dennison John, diretor executivo do SAP Labs América Latina.

Quais as oportunidades podem surgir na prática é um pouco mais difícil de dizer, devido ao segredo com o qual a SAP cobre o seu programa de alianças universitárias no país.

No Brasil, mais de 60 organizações fazem parte da iniciativa educacional da SAP, mas a a multinacional alemã não divulga a lista completa de instituições. Em nível mundial, são 2,8 mil instituições em 103 países.

O motivo provavelmente tem que ver com o preconceito, principalmente em instituições de ensino estatal, com que muitas são vezes são vistas aproximações desse tipo com a iniciativa privada.

Os acordos vão desde o licenciamento de software da companhia para uso em sala de aula (14 universidades estão nesse nível) até acesso a material teórico, demos de softwares, webconferências e eventos em um nível mais inicial.

Além do fomento a inovação, os acordos com universidades servem para buscar profissionais para o SAP Labs, que, com cerca de 800 funcionários, já é um dos maiores empregadores na área de TI do Rio Grande do Sul, junto com operações semelhantes mantidas pela Dell e HP em Porto Alegre. 

Um bom trabalho junto a instituições de ensino é fundamental para o SAP Labs: profissionais com cinco anos de experiência compõem 61% do quadro, com uma média de idade de  29 anos. Dos contratados, 86% se formaram nos últimos dois anos.

A empresa consegue reter os funcionários, com uma rotatividade de 6,8%, frente a uma média de mercado na faixa dos 20%. A taxa de retenção dos estagiários é alta (85%), assim como o número de funcionários que foi estagiários (17%).

Veja também

EDUCAÇÃO
IENH entra no SAP University Alliances

No RS, a IENH é a única instituição com convênio full membership ativo no projeto.

INOVAÇÃO
Aegro premiada pela SAP

Companhia criou um software de gestão de projetos para lavoura.

DIVERSIDADE
SAP inclui portadores de autismo

SAP está incluindo portadores de autismo na sua força de trabalho.

RANKING
SAP Labs: melhor para início de carreira

O SAP Labs Latin America é líder do ranking Melhores Empresas Para Começar a Carreira 2016.

VENTURES
Algar quer se aproximar de startups

A Algar Ventures será a ponte entre o ecossistema de inovação e as empresas do grupo.

DIVERSIDADE
SAP Labs: LGBTI Summit online

Os dois painéis do evento serão transmitidos pelo Facebook.

EXPANSÃO
Feevale Techpark 3 abre em Campo Bom

O Techpark 3, com área construída de 1.024 m², contou com investimento de R$ 2,1 milhões.

INOVAÇÃO
Parques se unem por internacionalização

Tecnopuc, Tecnosinos e Feevale Techpark assinaram um acordo de cooperação.

TECNOSINOS
Device: 1ª empresa do Unitec III

A mudança de sede leva à criação de uma holding para abrigar três divisões da companhia.