Jorge Audy.

O Sebrae assinou um convênio com a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) visando um repasse de R$ 13 milhões ao longo dos próximos três anos.

A verba será usada para criar uma uma rede nacional de ambientes de inovação, ampliando o foco de atuação também para incubadoras, aceleradoras e coworkings.

“Vamos atuar cada vez mais na ampliação da base de mecanismos de geração de startups e, ao mesmo tempo, trazer uma nova visão na cooperação entre as grandes empresas com as startups, mediadas pelos nossos ambientes de inovação”, afirma o presidente da Anprotec, Jorge Audy.

O convênio prevê uma conexão com o Programa InovAtiva Brasil, plataforma de aceleração de startups do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) em parceria com o Sebrae.

Para auxiliar todo o processo, serão realizadas capacitações, produção de estudos e publicações.

A Anprotec reúne mais de 400 entidades, como parques tecnológicos, incubadoras e aceleradoras de empresas.