Marcelo Rezende, country manager da Qlik. Foto: Divulgação.

A Qlik contratou Marcelo Rezende para atuar como country manager no Brasil. Até agora, a operação local era liderada por Eduardo Kfouri, vice-presidente da Qlik para a América Latina.

Rezende atuou como country manager da Anixter entre 2010 e 2014. Antes, cumpriu a mesma função na BMC Software por um ano.

Entre 2014 e 2016, o executivo morou nos Estados Unidos e cursou uma pós-graduação na Universidade da Califórnia.

“Tinha como meta pessoal trabalhar em uma empresa alinhada com as principais tendências de tecnologia para os próximos anos, como big data e cloud analytics – e a Qlik é exatamente isso. Aqui terei a oportunidade de atuar com diversas áreas de negócios das organizações, atendendo às demandas cada vez mais crescentes relacionadas a dados”, conta Rezende.  

O novo country manager assumirá, também, a diretoria de vendas da Qlik no Brasil, antes liderada por David Macedo. O executivo, por sua vez, será responsável pela nova diretoria de OEM na América Latina. 

“Este é um grande passo para a Qlik na América Latina. A região tem crescido muito nos últimos anos e conta com diversas companhias de software e provedores de informação que poderiam integrar nossa plataforma a suas soluções, por isso faz muito sentido investirmos em uma operação de OEM no continente”, aponta Macedo.  

David Macedo está na Qlik há mais de 7 anos. Ele atuou como gerente de alianças e parcerias estratégicas em Portugal e Espanha e veio para o Brasil em 2011. Em 2015, assumiu a diretoria da área de vendas. 

A Qlik tem três distribuidoras no Brasil. A Inteligência de Negoócios, com mais de 500 clientes; a Toccato, na faixa de 800; e a Nórdica, com cerca de 500, segundo os últimos dados disponíveis.