Pedro Dusso, da Aegro, recebendo o prêmio no Sapphire.

A Aegro, uma startup de tecnologia para o segmento de agronegócio, foi premiada pela SAP com o Hana Innovation Award, entregue durante o Sapphire, evento mundial organizado no começo do mês na Flórida.

Os vencedores foram selecionados entre mais de 100 inscrições de 36 países em quatro categorias. A Aegro ficou em segundo lugar na categoria Next Generation Apps.  

A companhia criou um software para monitoramento de pragas agrícolas que usa o banco de dados em memória da SAP durante uma competição de startups realizado no SAP Labs Latin America, centro de desenvolvimento e suporte da companhia localizado em São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre.

A Aegro foi fundada em 2014 por Thomas Rodrigues, Francisco de Borja, Pedro Dusso e Paulo Silvestrin quatro alunos da pesquisa da UFRGS, associados a Valmir Menezes, um pesquisador com 30 anos de atuação no Irga, um instituto gaúcho focado em melhorias de produtividade da lavoura de arroz.

O software criado pela companhia, oferecido na nuvem, funciona como um check list das diferentes fases do cultivo de arroz, soja, milho e trigo, dentro de uma abordagem de gerência de projetos. 

A metolodologia usada foi desenvolvida por Menezes durante o Projeto 10, realizado no Rio Grande do Sul nos anos 2000 e que tinha como meta dobrar a produtividade do arroz. 

Hoje a empresa já tem três clientes, incluindo a Josapar, empresa gaúcha que é uma das maiores no segmento de arroz no país, com faturamento na casa do bilhão.

A Aegro está incubada do Centro de Empreendimentos em Informática (CEI) do Instituto de Informática da Ufrgs e recentemente recebeu um investimento de R$ 150 mil da aceleradora gaúcha WOW.

* Maurício Renner cobriu o Sapphire em Orlando a convite da SAP.