EX-DATASUL INVESTEM

DLM investe R$ 10 milhões na Opentech

01/04/2013 12:41

Jorge Steffens, ex-Datasul e um dos sócios do DLM Brasil IT. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O DLM Brasil IT, fundo de private equity gerido pelos ex-Datasul Paulo Caputo e Jorge Steffens, acaba de investir R$ 10 milhões na OpenTech, joinvilense de SaaS para gestão logística em transporte e gerenciamento de risco.

O CEO da Opentech, Alfredo Zattar, explica que o aporte pode chegar a R$ 18 milhões caso a companhia realize aquisições nos próximos meses, o que deve ocorrer: “o investimento feito pela gestora ajudará na realização da expansão por aquisição muito além do crescimento orgânico que experimentamos nos últimos anos”, afirma ele.

O DLM Brasil TI pertence à DLM Invista, empresa especializada em fundos multimercados, de ações e de participações que está no mercado há mais de 10 anos e tem sob sua gestão patrimônio acima de R$ 500 milhões.

Para o fundo de private equity focado em TI, a primeira fase de captação de recursos foi concluída em novembro passado, somando de R$ 180 milhões, captados principalmente junto a fundos de pensão brasileiros.

Até o fim de 2013, a meta é fechar com R$ 250 milhões aportados, explica Steffens.

O sócio da DLM esclarece que a mira está em empresas de software ou serviços baseados em software com faturamento entre R$ 15 milhões e R$ 150 milhões anuais e crescimento com margem Ebtida de, aproximadamente, 20%.

“O mercado de TI está cheio de boas oportunidades, principalmente quando a tecnologia é a base do negócio, como é o caso da Opentech, que se encaixa perfeitamente na nossa tese de investimento”, declara Steffens.   

O investimento é mais um tiro dos ex-Datasul no alvo da gestão e monitoramento de frotas.

Em 2010, Jorge Steffens e Paulo Caputo, junto com o também ex-executivo da Datasul Giovani Amaral, adquiriram da Totvs, por R$ 400 mil, o software de gestão de frotas Sofit 4Transport.

O software era desenvolvido pela Datasul e foi comprado pela Totvs junto com a empresa, lá em 2007.

Com isso, nasceu a Sofit, que em seu lançamento anunciou a meta de faturar R$ 11 milhões em cinco anos, tendo fechado o primeiro ano de atuação com mais de 100 novos clientes.

Pois bem, agora via braço de private equity, Steffens e Caputo voltam à carga, mas o investimento na Opentech tem ainda mais uma ligação entre o mundo Totvs-Datasul-gestão de frota.

Há cerca de seis meses a companhia de Joinville firmou com a Totvs um contrato de integração do SIL (Sistema Integrado de Gestão), da catarinense, ao portfólio de soluções para gerenciamento de transportes da companhia paulista.

A integração resultou no software Totvs Rastreamento de Frotas powered by OpenTech, com o qual a meta é alcançar de 70 a 100 contratos dentro da base de clientes da Totvs do setor de transportadoras e embarcadores no primeiro ano da parceria.

De acordo com o diretor superintendente de Segmentos da Totvs, Gilsinei Hansen, a solução não concorre com a Sofit porque, enquanto esta tem soluções pontuais voltadas para manutenção de frotas, a ferramenta integrada com a Opentech entrega recursos que passam por gestão de transporte, definição de rotas, romaneio, coleta e entrega de cargas, controle de emissão de conhecimentos de transporte, WMS, manutenção, chegando até as atividades de backoffice.

Para a Opentech, um belo acordo, já que só para as soluções TMS (Transport Management System) a base de distribuidores da Totvs traz mais de 650 transportadoras e mais de 12 mil embarcadoras.

Conforme Zattar, as parcerias e investimentos dos últimos meses incrementam a estratégia da empresa catarinense, fundada em 2001, de liderar o mercado nacional de soluções de gerenciamento de riscos em 2013.

Além da sede em Joinville, a companhia tem escritório em São Paulo e conta com mais de 800 clientes em todo o país, para os quais rastreia uma média de mais de 100 mil viagens por mês no Brasil e Mercosul.

A solução da empresa também soma em torno de 21 mil motoristas e veículos cadastrados por mês e de 12 mil veículos monitorados por dia.

Veja também

Gestão de frota economiza R$ 5 mi/ano para RS
A Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos (SARH) apresenta nesta segunda-feira, 25, um novo sistema que irá agilizar a manutenção da frota de carros do governo do estado. A solução, batizada de Cartão Manutenção, promete gerar uma economia mensal de R$ 5 milhões.
Ex-Datasul compram software da Totvs

A Sofit Sotfware, empresa liderada por Jorge Steffens, Paulo Sérgio Caputo e Giovani Amaral – todos ex-executivos da Datasul – adquiriu o software de gestão de frotas Sofit 4Transport da Totvs por R$ 400 mil.

Desenvolvida pela Datasul antes da sua compra pela Totvs, em julho de 2008, o Sofit 4Transport é baseado na plataforma de cloud computing da Sales Force e vendido exclusivamente na modalidade software como serviço (SaaS).

Giovani Amaral é o CEO da Sofit

O executivo Giovani Amaral acaba de assumir a posição de CEO na Sofit Software, companhia especializada em software de gestão de software formada por ex-executivos da Datasul.

Além de Amaral, são sócios da companhia Jorge Steffens e Paulo Sérgio Caputo. Os três adquiriram a solução de volta da Totvs por R$ 400 mil em dezembro de 2010.

Guberman gere frota pública a R$ 10 por carro

A Guberman, software house com sedes em Vitória e Fortaleza, lança uma versão do Frota SaaS, software para gestão de frotas, especificamente voltada ao setor público.

Com oferta baseada em cloud computing, a promessa da companhia com a nova solução é fazer a gestão de frotas a um custo médio de R$ 10 por veículo.

Mais um ex-Datasul na Sofit

Ionan Fernandes assumiu os cargos de Diretor de Marketing e Canais da Sofit.

Opentech: alta de 30% com logística

A catarinense Opentech, com 10 anos de atuação no mercado de rastreamento de veículos completados em maio, está colhendo os resultados da aposta em logística, feita em 2007.

Dos R$ 6 milhões de incremento no faturamento previstos para o final do ano, 30% devem vir do software destinado ao segmento.

Até dezembro de 2011, a empresa espera faturar R$ 25 milhões, alta de 30% sobre o ano passado.

Norlog gere frota com Sofit e economiza 40%

Com o objetivo de maximizar o gerenciamento de sua frota de caminhões, a Norlog – Norbide Logística Integrada adotou, em nuvem, o Sofit

4Transport, da Sofit, empresa de Joinville liderada por Jorge Steffens, Paulo Sérgio Caputo e Giovani Amaral, todos ex-executivos da Datasul.

A solução – que pertencia ao portfólio da Totvs, mas foi adquirida pela Sofit no ano passado – é criado sobre plataforma de cloud computing da

OLHO NO CAMINHÃO
PC Sistemas lança gestor de frota em nuvem

A PC Sistemas , especializada em soluções de TI para o mercado atacado distribuidor e cadeia de abastecimento, lança um software em nuvem para gerenciamento de frotas.

Batizado de myFrota, o aplicativo é integrado ao ERP carro-chefe da companhia, o WinThor, e permite monitorar e gerir dados de transportes de ponta a ponta.

100 CONTRATOS EM UM ANO
OpenTech + Totvs = gestão de frota

Parceria incrementa portfólio de gestão de transportes e logística, prometendo até 100 contratos na base Totvs no primeiro ano do acordo.

VIA CANAL
Sofit inicia atuação nos EUA

Empresa firma parceria com ACA Knowledge e mira seis novos clientes nos EUA ainda em 2012.

COLETA DE RESÍDUOS
Qualys gere frota e corta custos com Sofit

Só com o controle do uso de pneus, companhia já reduziu custos de frota em cerca de 20%.