Windows Store com 40 mil apps até agora. Foto: reprodução.

A Windows Store, loja virtual da Microsoft para os usuários do Windows 8 quebrou nesta semana o marco dos 40 mil apps disponíveis, ficando em apenas 40% do previsto pela companhia nos três primeiros meses.

Steve Ballmer, CEO da empresa norte-americana, destacou em outrubro que a plataforma chegaria aos 100 mil apps até janeiro, um crecimento rápido para alcançar o mercado de aproximadamente 700 mil apps disponibilizados pelos rivais Android e iOS.

Embora 40.158 aplicativos em três meses seja um bom número, segundo destacou o MetroStore Scanner, parece que o fôlego da Microsoft para ampliar a oferta está morrendo.

Se em outubro, o sistema largou com 20 mil apps disponíveis, e mais 35 mil foram lançados em novembro e dezembro, em janeiro o número de novos aplicativos não chegou a 5 mil, observou o MetroStore.

De acordo com o IDGNow, a esperança da Microsoft para correr atrás da quase impossível liderança do Google e Apple, não deve apenas multiplicar o número de apps e sim a qualidade dos softwares oferecidos. Muitos dos famosos "killer apps" do Android e iOS ainda não deram suas caras na plataforma da Microsoft.

O CFO da Microsoft, Peter Klein, reconheceu que a companhia tem muito trabalho a fazer para reverter esta situação, durante conferência para apresentar os lucros trimestrais da empresa.

"Precisamos de mais aplicativos ricos e imersivos que dão aos usuários acesso ao conteúdo que informa, diverte e inspira", observa.