Ricardo Piccoli planeja próximos passos. Foto: Baguete.

Tamanho da fonte: -A+A

Ricardo Piccoli deixou o cargo de diretor da área técnica da Prime Systems, empresa do grupo mineiro Seculus especializada no desenvolvimento de soluções de mobilidade.

O executivo gaúcho havia assumido a posição de CTO em julho de 2010, quando a Prime comprou a Criterium Business Mobile, empresa fundada e comandada por Piccoli durante 18 anos. A saída no final de 2012 havia sido parte do acordo de aquisição.

Cristiano Braga, que era sócio de Piccoli e assumiu como responsável por vendas para Sul e Rio de Janeiro da Prime, também já saiu da companhia e atualmente trabalha na Oracle como gerente de vendas.

“Saio confiante do  dever cumprido e com  marcas expressivas do período em que assumi como CTO quando tínhamos em torno de 10 mil usuários distribuídos entre quatro produtos e hoje já são mais 50 mil com o total de sete produtos no portfólio da empresa”, revela Piccoli.

O profissional não dá detalhes sobre seus próximos passos, afirnando apenas que vai passar os próximos dois meses morando no Vale do Sílicio e voltar ao Brasil em maio para definir seu futuro.

Piccoli é um empresário com uma trajetória de destaque no mercado de mobilidade, do qual participou desde o começo.

Na época da compra da Criterium pela Prime, as empresas informaram que o negócio criava um novo player cuja participação de mercado na área de mobilidade corporativa estaria entre as  três maiores do Brasil.

Dois anos depois, a Prime anunciou uma parceria com a TIM, por meio da qual a operadora venderia uma solução de controle via web, em tempo real, de trabalhos executados por equipes de venda em campo.

Hoje, a Prime possui 55 mil usuários ativos de suas soluções e processa mais de 8 milhões de transações por dia.